Eis os Pioneiros

As mãos desses homens, que conheceram sacrifícios, embalaram Maringá em seus primeiros dias. Eles viram a mata virgem, rude e selvagem, desbravada pelo maquinário que a civilização trazia. Expuseram-se a lutas heróicas, assistiram ao combate do homem contra a natureza, mas possuem, na atualidade, a glória invejável de contemplar uma cidade imponente e formosa, correndo em avenidas largas e subindo em edifícios majestosos.

Trecho da Revista Maringá Ilustrada, publicada em agosto de 1957.

1/4

Eis os Pioneiros
A primeira casa da cidade foi construída em 1946, pela Companhia Melhoramentos do Norte do Paraná, na Avenida Duque de Caxias defronte a Casas Pernambucanas.
A casa teve como morador o Sr. Alfredo Werner Nyffeler.
Uma réplica dela, encontra-se dentro do campus da UEM - Universidade Estadual de Maringá, e funciona como um museu onde estão expostos fotos da cidade desde o seu início. O museu funciona desde maio de 1982.

2/4

Eis os Pioneiros
Compositor da bela Maringá - Joubert Gontijo de Carvalho
Nasceu em Uberaba - MG em 6 de março de 1900, formado em medicina no Rio de janeiro faleceu na mesma cidade em 1977.
A música Maringá foi composta por Joubert de Carvalho em 1932.

Letra da canção que deu origem ao nome da cidade.

Foi numa léva
Que a cabocla Maringá
Ficou sendo a retirante
Que mais dava o que falá.

E junto dela
Veio alguem que suplicou
Prá que nunca se esquecesse
De um caboclo que ficou

Antigamente
Uma alegria sem igual
Dominava aquela gente
Da cidade de Pombal.

Mas veio a seca
Toda chuva foi-se embora
Só restando então as água
Dos meus óio quando chóra.

Estribilho
Maringá, Maringá,
Depois que tu partiste,
Tudo aqui ficou tão triste,
Que eu garrei a maginá:

Maringá, Maringá,
Para havê felicidade,
É preciso que a saudade
Vá batê noutro lugá.

Maringá, Maringá,
Volta aqui pro meu sertão
Pra de novo o coração
De um caboclo assossegá.

3/4

Eis os Pioneiros
Os primeiros de Maringá

• Primeira Rua: Av. Brasil
• Primeira Praça: Pça. Napoleão Moreira da Silva
• Primeira Casa: Sr. Alfredo Werner Nyffeler
• Primeira Capela da cidade (perímetro urbano) Capela Santa Cruz
• Primeira Capela do município: Capela São Bonifácio - Fazenda dos Padres
• Primeira Escola Pública: Escola Isolada de Maringá
• Primeira Escola Particular: Col. Santa Cruz
• Primeira Menina Nascida: Ivone Cavalcanti
• Primeiro Menino Nascido: Juracy Cordeiro
• Primeira Aluna Matriculada: Nilza Moreira Silva
• Primeira Professora: Dirce de Aguiar Maia
• Primeiro Padre: Pe. Emílio Clemente Sherer
• Primeiro Bispo: D. Jaime Luiz Coelho
• Primeiro Ginásio: Ginásio Maringá
• Primeira Agência Bancária: Banco Comercial do Paraná
• Primeiro Hospital: Hospital Santa Cruz
• Primeira Médico: Dr. Lafayete da Costa Tourinho
• Primeiro Jornal: O Jornal de Maringá
• Primeiro Hotel: Hotel Maringá
• Primeiro Cinema: Cine Primor
• Primeiro Avião Aterrizado: PPYPS da Real Transportes Aéreos
• Primeira Festa Junina: Aero Clube de Maringá em 1948
• Primeira Rainha do Carnaval: Maria Freire Lorencete (Donzinha)
• Primeira Orquestra: Marchini e sua Orquestra.

4/4

Eis os Pioneiros
Primeiros moradores de Maringá

1° José Inácio da Silva
Veio de Guaranhuns, cidade de Pernambuco.
Dirigiu o primeiro hotel da Companhia Melhoramentos Norte do Paraná. Hotel que se tornou ponto de peões que, atraídos pela terra, buscavam um futuro melhor. Enfrentou grandes dificuldades, mas ostenta, a invejável glória de ser o primeiro habitante histórico da cidade de Maringá.

2° Vitorio Balani
Paulista de Ibitinga, passou a residir na região norte paranaense no ano de 1944, nas terras onde mais tarde se levantaria a cidade. Legítimo pioneiro e fundador de Maringá, o seu nome confunde-se com a própria história da cidade. Instalou a primeira serraria (Companhia Melhoramentos do Norte do Paraná), da qual era gerente. Ele e a família contribuiu em muito para o nascimento e desenvolvimento da cidade em seu início, principalmente na alfabetização primária.

3° José Jorge Abrão
Chegou nas terras maringaenses por volta de 1944, estabelecendo-se com a primeira casa comercial. Instalou também o primeiro cinema de Maringá, denominado "Primor", tragicamente incendiado no dia 2 de novembro de 1949, quando exibia o filme "Brutalidade".

4° Antônio Carniel
Considerando na história de Maringá, como um de seus valentes pioneiros. Homem simples e de muita honra, sempre se dedicou à agricultura. Veio da zona Sorocabana, de São Paulo.

5° Durval Francisco dos Santos
Chegou a cidade em seus primeiros meses, já que a história de Maringá o aponta como legítimo pioneiro e o homem que pisou em suas terras na qualidade de quinto habitante. Nasceu em Ibitinga - SP, destacou-se pelo seu espírito dinâmico. Foi presidente e sócio-fundador do Aero-Club, da Associação Comercial de Maringá e um dos fundadores do S.E.R.M., do qual foi sócio benemérito. Montou a primeira máquina de arroz, progrediu, aliou-se ao desenvolvimento da localidade e foi um de seus mais destacados industriais. Foi casado com a senhora Elvira Balani dos Santos, umas das primeiras professoras da cidade.

6° Mário Siqueira Jardim
Autêntico desbravador de Maringá no seu nascimento. O seu nome figura na história da cidade como sendo o primeiro delegado e proprietário da primeira farmácia. Cresceu e progrediu. Posteriormente tornou-se fazendeiro.

7° Hilário Alves
Procedente de Rolândia, chegou na cidade no mês de Janeiro de 1945, juntamente com sua esposa Sra. Modesta Gonzalez Alves. Proprietário da primeira casa de tecidos, denominada Casa Hilário. Honesto e trabalhador, cresceu junto com a cidade. Também foi proprietário de uma panificadora e uma loja comercial na Av. Brasil.

8° Aniceto Gomes da Silva
Pernambucano, natural de Caruarú, chegou em terras maringaenses no ano de 1943 e ligou-se à história da cidade desde os seus primeiros instantes trabalhando como o primeiro funcionário do hotel que se instalava na cidade. Mais tarde, em companhia do seu irmão, tornou-se proprietário da primeira padaria. Casou-se posteriormente com a senhora Sebastiana Perioto Silva.

9° Severino Gomes da Silva
Pernambucano, natural de Caruarú, veio para o Paraná em companhia de seu irmão Aniceto no ano de 1943. Foi funcionário do bar de propriedade do Sr. José Inácio da Silva. Casou-se posteriormente com a senhora Maria Aparecida Lima e Silva.

10° Cecílio de Lima
É paulista, da cidade de Mocóca. Tem o nome ligado à história maringaense desde quando instalou a primeira solda a oxigênio e o primeiro motor a gasolina na cidade.
Conhecedor de toda a região norte paranaense, estabeleceu na época uma moderníssima oficina mecânica. Pioneiro audaz, viu a cidade crescer, acompanhando os seus primeiros passos rumo ao progresso.

11° João Tenório Cavalcanti
Um dos primeiros desbravadores que o norte do Paraná conheceu. Homem de ação e força de trabalho. Fez a maioria das derrubadas do sertão. Gerenciou o plantio de vinte milhões de pés de cafés (um verdadeiro recorde). Modesto e simples, a sua colaboração não ficou só na agricultura: contribui para o crescimento da cidade fundando um edifício chamado Tenório, que foi muito comentado na época.

12° José Pedro Antunes
Tipo popular, mais conhecido por Zezinho. Teve a vida ligada à cidade da qual é pioneiro e fundador. Bastante conhecido na cidade e desfrutando de estima pública, foi um grande incentivador da atividade esportiva na cidade.
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Backoffice - Auxiliar Administrativo
Br Sul Call Center
Maringá - PR